Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Crónicas de uma secretária

Crónicas de uma secretária

Qui | 26.01.17

Campainhas

Há coisas do catano.

Hoje, logo hoje que não tenho consultas e esperava sair cedo, tenho um senhor a instalar uma campainha.

Eu não percebo nada disto, mas o certo é que ele anda aqui desde manhã...

Pergunto-me se colocar uma campainha na porta e passar um fio é coisa para tanto tempo.

Mas pronto, parece que recebe á hora.

Acho que era muito mais facil pendurar um sino.

O assunto resolvia-se na mesma.

 

 

 

A FINE QAJAR BELL WITH THE NAMES OF THE FOURTEEN INNOCENTS IRAN, LATE 19TH CENTURY:

Qua | 25.01.17

A primeira constipação

Hoje é o meu pior dia da semana.

Nunca sei a hora de saida, mas normalmente a quarta feira é sempre muito preenchida e longa.

Mas hoje tou naqueles dias em que só apetece uma mantinha, chazinho e ficar bem quieta.

Com tanta gente a tossir para cima de mim, a verdade é que me tenho safado bem.

Mas agora... eis que chegou a minha vez.

E eu, que até tinha planos para esta noite.

Mas pronto, nada como um brufen para aguentar mais dois dias e meio de trabalho.

A melhoras pra mim.

Sex | 20.01.17

Boca do corpo

Um destes dias, passou por aqui um senhor a querer saber se tinha médica de barrigas.

Eu, claro respondi que tinha ginecolgista.

O senhor; " mas é homem ou mulher?"

Eu "é mulher"

O senhor "ainda bem, então marque uma consulta para a minha mulher que anda mal da boca do corpo"

Fiquei embasbacada.... boca do corpo?? A serio?

Sex | 20.01.17

Conversas

Por vezes ouço conversas muito estranhas.

Faço de conta de não estou a ouvir e as vezes não ouço mesmo.

É que são tantos os disparates que tenho que fazer uma triagem.

Duas senhoras na sala á espera das respectivas consultas, falavam da vida alheia.

As tantas uma diz á outra;

"ela até é boa rapariga, mas o marido tem a cabeça enfeitada".

 

Um senhor já com muita idade está a fazer a inscrição para análises clínicas e pergunta-me

" menina, tenho que fazer urina?"

eu respondi que sim.

"então dê-me uma xicara para ir a casa de banho".

 

Com isto tudo posso dizer que os meus dias têm mais cor...

 

 

Sex | 20.01.17

Tudo serve

Tenho clientes para tudo.

Já fomos alvo de um assalto á mão armada. Foi muito complicado.

Mas esse, embora os respectivos assaltantes nunca tenham sido apanhados, foram vistos.

Agora, os pequenos furtos que se passam nesta casa, não lembram a ninguêm.

Já levaram  batas, telemoveis, ambientadores e até um apareço da tensão que me faz tanta falta.

Uma altura, na casa de banho da sala de espera, pus um vaso redondo pequeno com algumas flores de plástico.

Bem, não durou muito. Um dia ao fim da manhã quando ia fazer a limpeza (sim, aqui faço de tudo) reparei que o vaso já tinha desaparecido.

Fiquei danada.

Então, comprei um bem maior com seis flores.

Desta vez ficou o vaso. Dei conta que as flores iam desaparecendo duas a duas.

Mas que interesse tem umas míseras flores de plástico?

Uma médica de serviço viu-me tão chateada que perguntou o motivo.

Depois de lhe explicar que há gente que tem olhos nas mãos, ela vira-se pra mim e diz;

" As tantas a pessoa estava com prurido anal e decidiu usar o caule das flores para coçar"

Fiquei sem palavras.

 

 

 

 

Qua | 18.01.17

Pessoas agressivas

Quem lida com o publico sabe que é preciso ter doses extra de paciência.

Eu tento, mas as vezes não há.

Tenho um cliente que está na minha lista negra.

Sim, tenho uma lista, não é grande. Creio ter umas seis pessoas, portanto já vêem, eu até sou boa pessoa.

Se contarmos que o ficheiro neste momento terá mais que 15.000 pessoas, seis na lista é nada.

Adiante.

Ora um destes dias, tive aqui um cliente chato como o raio. As tantas a paciência foi-se.

E eu devo ter respondido com menos simpatia, ou não. As tantas deveria estar a espera que me desfizesse em sorrisos.

Como a conversa não lhe correu como esperava, o senhor pergunta-me;

" A menina deve ser de Águeda"

E eu sem problemas nenhuns respondi;

"sim sou, porquê?"

"porque é agressiva, as pessoas de Águeda são agressivas"

Bem, eu fiquei possessa.

Fiquei mesmo aborrecida com aquilo. As tantas entra outro cliente que me conhece desde sempre neste trabalho e eu sem papas na lingua pergunto-lhe alto e bom som;

"Oh sr..... , o senhor acha que eu sou agressiva?"

"Não, você não é agressiva, é direta, mas agressiva não"

Bem, o cliente da lista negra lá tentou remediar a frase mal amanhada, mas não lhe valeu de muito.

Este episódio, ao vivo e a cores foi tão ridiculo que acabou em piada pessoal entre nós.

Em dias menos bons há sempre alguem que me diz " não sejas agressiva".

 

Ter | 17.01.17

Nomes para todos os gostos

Com os anos aprendi a ouvir e calar.

Não fazer perguntas é a chave para não ter que levar com conversas que não interessam.

Claro que nem sempre fui assim.

Quando era  mais verdinha neste trabalho, tive alguns contratempos e respostas menos apropriadas.

Já lá vão alguns anos, apareceu-me aqui uma senhora já velhota para uma consulta de Cardiologia.

Essa utente era da serra dos lados do Caramulo.

Ora bem, sendo a primeira vez que a utente vinha a este consultório eu tonta, pedi-lhe para me dizer o nome.

Teria evitado embaraços se tivesse pedido a identificação. Mas pronto.

Então a senhora coitadita, muito simples disse-me o nome.

Maria Enjeitada.

Aposto que nunca tinham ouvido um nome tão estranho.

Eu também não. E como achei que a senhora não estava a dizer-me o nome saio-me com esta

"Desculpe, mas Maria Enjeitada não é nome de gente".

Nessa altura eu tinha uma colega de trabalho, acho que se ela tivesse um buraco, metia-se lá dentro de tanta vergonha mediante a minha resposta.

Adiante, a senhora mostrou-me o Bilhente de Identidade e explicou-me a origem do nome dela.

Então é assim; antigamente lá na terrinha dela quando nasciam crianças que não eram desejadas por variadissimos motivos, eram deixados na roda.

A roda fiquei a saber ficava as portas dos conventos. As crianças seriam criadas pelas freiras.

Portanto, a senhora teve a infelicidade de ser deixada na roda e como se isso não bastasse, ainda lhe chamaram Maria Enjeitada.

Mas nomes estranhos tenho imensos.

Por exemplo, uma criança que tadita... chamaram-lhe Maria Alho.

Raulinda, Ruizete, e tantos outros que as vezes me fazem duvidar da sanidade mental das pessoas.

 

 

Ter | 10.01.17

O que é uma tossezita entre amigos??

Ora aqui estou eu, a tentar ainda digerir o que estou a ver.

Tenho um casal na sala de espera que como não têm nada que fazer e está frio, vêm para aqui para pôr a conversa em dia.

Ora bem, acontece que ficaram sozinhos e portanto aqui é sossegado e pode-se dormir.

Ora dormem, ora bocejam alto...

Simplesmente esquecem que estão num consultorio.

E aqui estou eu a observar e a conter para não me rir a brava.

Vou partilhar uma coisa que aconteceu hoje e que me enojou profundamente.

Na minha hora de almoço fui tratar da beleza e como não tive tempo para almoçar, passei numa padaria ao lado do salão.

Estava para pedir umas sandes de omelete, quando a funcionária do estabelecimento vai abastecer a vitrine com mini-pizzas.

Até aqui, tudo normal.

Então não é que a pikena tosse literamente para cima das pizzas?

Bem, fiquei tão enojada com aquilo que simplemente não almoçei.

Sim, foi um dia interessante e de dieta.

 

Seg | 09.01.17

Pouca Conversa

Sabem aqueles dias em que não apetece conversar com os clientes??

Quando estamos tão fartos disto e falamos tão baixo que nós proprias não ouvimos?

Pois hoje é um dia destes.

As tantas tenho as pessoas " o quê?? o que disse? não a ouço"

Mas nem para responder tenho grande animo, portanto a modos que podem chatear-me muito hoje, tirem a barriga de misérias pelos dias em que eu respondi com ar de quem já não está a ver bem.

Mas atenção, nada de abusos, porque é só hoje.

Sex | 06.01.17

Boas Noticias

Isto até tem coisas boas.

Hoje dei em primeira mão a noticia da gravidez a uma mãe.

Fiquei na duvida quem ficou mais feliz, se a futura mãe ou o pai... sim porque este ficou numa euforia que nem me deixava falar.

Estes momentos valem a pena.

 

 

 

Gelijk het patroon besteld. Wat een snoeppie  oh my word, mom is making me one when i expect a child.:

 

Pág. 1/2